21 de nov de 2010

34ª Domingo do Tempo Comum - Solenidade de Cristo Rei

  Em mais uma conclusão de Ano Litúrgico, a Igreja nos dá o privilégio de celebrar a Solenidade de Nosso Senhor Jesus Cristo, Rei do Universo, ou simplesmente, Cristo Rei.
 
  Creio que nós, Cristãos Católicos, professamos que Cristo é o Senhor e Rei de todas as Coisas, mas vamos refletir a passagem do Evangelho de S. Lucas 23, 35-43? Ora, a Igreja é muito sábia. Ela quer nos dizer que o Reino de Jesus não é deste mundo. Que a Coroa do Rei não é de Ouro, mas de espinhos e o trono não é cheio de pompa e circunstância, mas sim a CRUZ. E nós temos o dever de nos alegrar de que o nosso Rei está no trono da Cruz, pois foi por ela que nossa humanidade foi restaurada.

  Jesus quando passou por essa terra foi uma espécie de “rei as avessas”; seu nascimento num estábulo junto com vacas e bois, seus pais eram pobres, seus discípulos eram as pessoas do mais baixo calão daquela sociedade: Cobradores de Impostos, Prostitutas, Samaritanos, simples pescadores, Publicanos,  resumindo, somente “Gente Boa”. Quando lhe foi perguntado de onde O Senhor era Rei, Ele disse: “O meu Reino não é deste mundo.” (São João 18,36). E de fato não é.
 
  Neste mundo somente encontraremos coroas e reinos perecíveis, mas no Reino de Deus, no Reino de Deus, aí  sim haverá a coroa da glória imperecível e o trono para de quem é de direito. Nosso Senhor Jesus Cristo.

  Portanto nesse Domingo e nesta semana que se inicia, possamos pedir ao Pai que Ele mande o Seu Santo Espírito para que sempre possamos proclamar a todos os Povos e Nações, Cristãos ou não, que Jesus Cristo é o Senhor, Ontem, Hoje e Sempre e Seu Reino não terá fim. Que Assim Seja!

Pai Nosso que estais no céu,
santificado seja o vosso nome,
vem a nós o vosso reino,
seja feita a vossa vontade
assim na terra como no céu.
O pão nosso de cada dia nos daí hoje,
perdoai-nos as nossas ofensas,
assim como nós perdoamos
a quem nos tem ofendido,
não nos deixei cair em tentação
mas livrai-nos do mal.
Amém.

Ave Maria,
cheia de graça,
o Senhor é convosco,
bendita sois Vós entre as mulheres,
bendito é o fruto em Vosso ventre,
Jesus.
Santa Maria Mãe de Deus,
Rogai por nós os pecadores,
agora e na hora da nossa morte.
Amém.

 Glória ao Pai,
e ao Filho e ao Espírito Santo,
assim como era no princípio,
agora e sempre.

Amém.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Obrigado por visitar o "Sede Santos", deixe seu comentário que será brevemente postado!