19 de jan de 2011

Do Caminho Real da Santa Cruz

                      “Renuncia a ti mesmo, toma tua Cruz e siga-me” (Lc 9, 23)

  Começo mais uma reflexão com essa palavra de ordem  que Jesus profere, “Renuncia a ti mesmo”... O que é renunciar a mim mesmo?

  É o meu desfazer das mesquinharias, vaidades, orgulhos, prepotência, como se diz na linguagem coloquial, é o famoso “descer do salto”. É tão difícil fazer isso que o Senhor nos propõe! Desde o dia que “adquirimos” a mancha do pecado, todas essas mazelas vêm “de brinde” para nós e nos fazem “tão bem” que às vezes é muito difícil perceber o que somos e mais difícil ainda é renunciarmos a isso tudo.

  “Quem procura salvar sua vida, vai perdê-la, mas quem se desprende por causa do Reina, aí a salvará.” (Lc 9, 24)

  Renunciar, esse processo, na maioria das vezes dolorosa, tem que partir primeiramente de mim, de você, junto com a Graça do Pai, pelo Filho, com a Ação do Espírito Santo. O desprendimento das coisas que são perecíveis, devemos deixar isso tudo para nos ligarmos Naquele que É Eterno. Mas o que é que diz o título desse texto? “Do Caminho Real da Santa Cruz”. Falar sobre o objeto material e imaterial, material, pois Cristo, nosso Senhor, a carregou no Seu ombro e foi crucificado, mas como diz o livro “Imitação de Cristo”: “Da Cruz emanam as suavidades celestes, na cruz estão a alegria da Alma, o compêndio da virtude, a perfeição da santidade.” (Livro II, Cap. 12)

  Vamos analisar vírgula a vírgula. “Da cruz emanam as suavidades celestiais”, do madeiro onde Cristo foi crucificado, das Suas chagas jorraram Seu Preciosíssimo Sangue, de Seu Lado jorraram Sangue e Água, O Sangue de Cristo nos Lava e purifica de toda a mácula do pecado.

  “Da Cruz estão à fortaleza D’alma e a alegria do coração”. Há uma frase de um(a) Santo(a) que resume bem essa afirmação: “Que Santa Culpa, pois foi por ela que o Pai nos deu tão nobre Salvador”

  “O Compêndio da virtude, a perfeição da santidade”. O próprio nome e lema do blog  já nos diz: “Sede Santos” e a melhor de se viver a busca pela santidade é abraçando a Cruz de Cristo em meio as dores e alegrias da vida.

   Diante disso que foi exposto aqui, vamos pedir ao Pai que nos dê força para que a cada dia possamos ter forças para abraçar a cruz e continuar a trilhar o caminho da Santidade. Louvado Seja Nosso Senhor Jesus Cristo. Assim Seja, Amém!

                                                                              S. Arnaldo Janssen, ora pro nobis

Um comentário:

  1. Olá!
    Encontrei seu blog e achei interessante. Meu blog também é católico. Você está convidadíssimo a visitá-lo. Caso queira adicionar como favoritos, agradecerei.
    Gabriely

    ResponderExcluir

Obrigado por visitar o "Sede Santos", deixe seu comentário que será brevemente postado!